Estão abertas as inscrições para o 23º Programa Bolsas de Verão do CNPEM

Publicado em 27/09/2013

FAPESB, em 24/09/2013

Estudantes de graduação de instituições da América Latina e do Caribe podem se inscrever no 23º Programa Bolsas de Verão do Centro Nacional de Pesquisa em Energia e Materiais (CNPEM) até o dia 20 de outubro de 2013, pelo endereçowww.cnpem.br/bolsasdeverao. Os interessados em participar desta edição do Programa devem indicar um tema de preferência, nas seguintes áreas: Aplicações de luz síncrotron; Biologia molecular, celular e estrutural; Ciência e tecnologia do bioetanol; Ciência dos materiais (com ênfase em nanociência e nanotecnologia); Física e engenharia de aceleradores e Instrumentação científica.

Realizado desde 1992, o Programa tem como objetivo estimular estudantes para a carreira científica. Os selecionados passarão os meses de janeiro e fevereiro de 2014 no campus do CNPEM, em Campinas, desenvolvendo de modo individualizado projetos sob orientação de pesquisadores dos Laboratórios Nacionais do CNPEM. A bolsa do Programa cobre despesas de viagem, hospedagem, alimentação, seguro-saúde.

Os candidato às bolsas do Programa devem apresentar excelente rendimento acadêmico, comprovado pelo Histórico Escolar das disciplinas já cursadas, além de demonstrar interesse por pesquisa científica ou desenvolvimento tecnológico. Ao enviar o formulário de inscrição, o candidato deve estar cursando, no mínimo, o quarto semestre do curso (ou o equivalente nos sistemas anual, quadrimestral ou trimestral).

Sobre o CNPEM

O Centro Nacional de Pesquisa em Energia e Materiais (CNPEM), em Campinas, e uma Organização Social qualificada pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) (Decreto nº 2.405/97 e Lei 9637/98) para gerir quatro Laboratórios Nacionais: de Luz Síncrotron (LNLS), de Biociências (LNBio), de Ciência e Tecnologia do Bioetanol (CTBE) e de Nanotecnologia (LNNano). O LNLS opera a única fonte Síncrotron da América Latina e um conjunto de instrumentações científicas para análise dos mais diversos tipos de materiais, orgânicos e inorgânicos; o LNBio desenvolve pesquisas em áreas de fronteira da Biociência, com foco em biotecnologia e fármacos; o CTBE investiga novas tecnologias em bioenergia, com ênfase na produção do etanol de primeira e segunda geração; e o LNNano realiza investigações com materiais avançados e é sede do Centro Binacional Brasil-China de Nanotecnologia.

Os quatro laboratórios têm suas instalações abertas às comunidades acadêmica e empresarial, do Brasil e do exterior. Em 2012, mais de 1.800 pesquisadores utilizaram suas instalações para realizar cerca de 900 propostas de pesquisas que resultaram na publicação de 228 artigos em periódicos científicos indexados.

Fonte: Assessoria de Comunicação do CNPEM

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someone