Dissertação de mestrado estuda aceleração de partículas para produção de energia

Portal da UFJF, em 8/11/16

 

O mestrando Salatiel de Castro Lobato, do Programa de Pós-graduação em Engenharia Elétrica da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), defendeu, nesta terça-feira, 7, a dissertação “Fonte de corrente para aplicação em magnetos de aceleradores de partículas.” A pesquisa aborda o aprimoramento de uma das fontes de corrente em desenvolvimento para o projeto Sirius, o novo acelerador de partículas do Laboratório Nacional de Luz Síncrotron (LNLS).

“O projeto Sirius prevê a construção de um acelerador de partículas para a produção de luz síncrotron (intensa radiação eletromagnética produzida por elétrons de alta energia através de um acelerador de partículas). Após o término de sua construção, o Sirius será uma das máquinas mais eficientes do mundo em termos de geração deste tipo de luz e quase toda tecnologia envolvida na execução do projeto é nacional. Logo, poder contribuir para o desenvolvimento deste projeto é extremamente gratificante”, afirma Salatiel.

No decorrer do projeto, foram propostas e testadas técnicas de controle e alteração de topologia do conversor estático da fonte para a mitigação de problemas relacionados à qualidade de energia elétrica e, consequentemente, à produção e aceleração do feixe de elétrons. “Este tipo de fonte pode ser usada em diferentes magnetos de aceleradores de partículas ou mesmo em máquinas de solda elétrica”, acrescenta um dos professores orientadores do trabalho, André Augusto Ferreira.

Além de André, foi formada uma rede de pesquisa composta pelos professores Janaína Gonçalves de Oliveira e Pedro Santos Almeida (UFJF), Vinícius Foletto Montagner (UFSM) e o engenheiro Cleber Rodrigues, do Laboratório Nacional de Luz Síncrotron (LNLS).  O objetivo foi o de supervisionar e contribuir na dissertação, que contou com o apoio dos bolsistas de graduação Mateus Biancarde Castro, Pedro Henrique Duarte Vidal e Guilherme Ferrarezi Avelar.

O trabalho de mestrado – que foi parcialmente desenvolvido no Laboratório Solar Fotovoltaico da UFJF – é fruto do acordo de cooperação entre a Universidade e o Centro Nacional de Pesquisa em Energia e Materiais (CNPEM), formalizado em março de 2016, através da Faculdade de Engenharia e do LNLS. “Além de aprimorar a formação e a cooperação dos pesquisadores envolvidos no projeto, foi possível obter importantes resultados experimentais nos protótipos desenvolvidos no LNLS e na UFJF. Especificamente, foi possível reduzir o efeito flicker na rede elétrica, melhorar o fator potência, diminuir a quantidade de componentes e volume da fonte e aumentar a precisão da corrente produzida”, argumenta Ferreira.

A banca examinadora foi composta pelos professores da UFJF, André Augusto Ferreira, Pedro Santos Almeida (orientadores da pesquisa) e Pedro Machado de Almeida, e pelo professor da Universidade de São Paulo (USP), Ricardo Quadros Machado.

Contato

Salatiel de Castro Lobato (mestrando)
salatiel.lobato@engenharia.ufjf.br

André Augusto Ferreira (co-orientador)
andre.ferreira@ufjf.edu.br

Pedro Santos Almeida (co-orientador)
pedro.almeida@ufjf.edu.br

Outras informações: (32) 2102-3442 – Programa de Pós-graduação em Engenhaeia Elétrica da UFJF.

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someone