Conferência Internacional “An Open World” defende a ideia de mundo aberto

Publicado em 28/11/2013


Dinamarca receberá representantes de vários países para redigir Nova Carta Aberta à ONU,  em defesa do livre compartilhamento de conhecimento e da cooperação internacional

Assessoria de Comunicação, em 28/11/2013


A Universidade de Copenhague realizará, entre os dias 4 e 6 de dezembro, a Conferência Internacional ´An Open World’. O evento reunirá pesquisadores e tomadores de decisão de vários países para discutir como o livre acesso à informação e a cooperação científica podem auxiliar no gerenciamento de problemas globais. A conferência culminará com a redação de uma carta aberta à Organização das Nações Unidas (ONU) em defesa de um ´mundo aberto´ como solução aos desafios contemporâneos em bioética, economia, política, clima, guerras e tecnologia da informação. O Brasil será representado no evento por Carlos Alberto Aragão de Carvalho Filho, Diretor-Geral do Centro Nacional de Pesquisa em Energia e Materiais (CNPEM).

A conferência retoma o pensamento do físico dinamarquês Niels Bohr, o qual propôs, durante as décadas de 40 e 50,  a ideia de um “mundo aberto” como resposta às armas nucleares, principal desafio mundial da época. Em 1950, Bohr escreveu uma carta aberta à ONU em defesa do livre compartilhamento de conhecimento e da cooperação internacional. A nova carta, a ser escrita em Copenhague, atualizará a visão de Bohr, considerando  a magnitude dos desafios contemporâneos nas relações entre ciência, tecnologia e sociedade.

As sessões plenárias da conferência serão divididas em cinco grandes temas: “Tecnologias militares do amanhã”; “Novas ameaças e oportunidades globais”; “Política e Economia face a Novas Tecnologias”; “Cientistas e Política” e “Internet – Uma infraestrutura global livre?”.

 Participarão das discussões: Jimmy Wales, fundador da Wikipedia; Yukiya Amano, Diretor-Geral da Agência Internacional de Energia Atômica; Rolf Dieter-Heuer, Diretor-Geral da Organização Europeia para a Pesquisa Nuclear (CERN), Alain Aspect, físico renomado e ganhador da UNESCO Bohr Medal, dentre outros importantes pesquisadores e tomadores de decisão. A cerimônia de encerramento do evento apresentará a nova carta aberta à ONU, a qual será comentada por representantes dos governos da Dinamarca e por Carlos Alberto Aragão de Carvalho Filho, representante do Brasil, país anfitrião da próxima conferência “Open World”, a ser realizada em 2016.

 

 

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someone