Colóquios CNPEM 2013

Publicado em 22/03/2013

Assessoria de Comunicação em 22/03/2013

Nanocorpos utilizados em terapias contra infecções e problemas imunológicos foi o tema do primeiro Colóquios CNPEM 2013. O bioquímico Fernando Goldbaum, inaugurou a série nesta quinta-feira (21/3) com a palestra intitulada “Nanobodies and molecular vaccines for prevention and treatment of cancer and infectious diseases”.

Há mais de 20 anos na área de microbiologia e imunologia estrutural e molecular, Goldbaum é diretor do Instituto Leloir, em Buenos Aires, pesquisador do Conselho Nacional de Investigações Científicas e Técnicas (CONICET), da Argentina, e membro do comitê executivo do Centro de Biologia Estrutural do Mercosul (CeBEM).

Durante o colóquio, Goldbaum comentou sobre os potenciais que anticorpos específicos, conhecidos como nanocorpos, produzidos por lhamas, outros camelídeos e tubarões, apresentam para intervenções terapêuticas em casos infecciosos e problemas imunológicos.

A maioria dos anticorpos é caracterizado por duas cadeias moleculares pesadas e duas leves que compõem um sítio duplo de ligação do antígeno. Os nanocorpos isolados de lhamas e de tubarões possuem apenas cadeias pesadas e o sítio de ligação do antígeno é composto por um único domínio. Essa configuração diferenciada faz com que os nanocorpos apresentem características ideais para diferentes utilizações biotecnológicas e terapêuticas como, por exemplo, tamanho reduzido, alta solubilidade e estabilidade térmica.

Pesquisas recentes investigam a aplicação desses anticorpos em casos de inflamação e cancer; direcionados à ectoenzimas, proteínas de membrana, citocinas, proteínas intracelulares; na produção de vacinas mais eficientes, no combate a vírus, bactérias patogênicas e parasitas. Embora as intervenções terapêuticas mediadas pelos nanocorpos ainda exijam estudos mais detalhados, os resultados conhecidos apontam para uma perspectiva promissora.

O colóquio de Goldbaum foi o primeiro de uma série de 10 que serão realizados pelo Centro Nacional de Pesquisa em Energia e Materiais (CNPEM), em Campinas-SP, ao longo de 2013. Estes têm como objetivo reunir especialistas acadêmicos e empresariais para debater temas relevantes de C,T&I, prospectar novas oportunidades de financiamento da P,D&I, identificar demandas nas áreas de interesse dos Laboratórios Nacionais, conhecer visões distintas sobre cooperação industrial e propriedade intelectual, além de ampliar e consolidar a rede de parceiros.

Os Colóquios CNPEM são abertos ao público externo, com entrada franca e sem necessidade de confirmação antecipada de presença.

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someone