CNPEM é parceiro das empresas mais inovadoras do Brasil

Publicado em 08/08/2018
A edição de 2018 do anuário Valor Inovação Brasil, publicação do Valor Econômico realizada pela Strategy& consultoria estratégica do network PwC, apresentou no mês de  Julho o tradicional ranking das empresas mais inovadoras do País. Dentre as oito primeiras colocadas, cinco mantém projetos em parceria científica e tecnológica com o CNPEM, como pode ser conferido abaixo.

1. Embraer – Pesquisas em tecnologias relacionadas a processamento por atrito.
2. Whirpool
3. Petrobras – Projetos voltados a área de instrumentação avançada em sensores e microfluídica, biocombustíveis e área de soldagem.
4. Natura – Projetos em bioensaios e separação de resíduos de processo.
5. 3M
6. WEG – Desenvolvimento de processos e dispositivos para aplicação no Sirius.
7. Cielo
8. Aché – Projetos voltados para o desenvolvimento de medicamentos e cosméticos, a partir de compostos ativos da biodiversidade brasileira.  

Um olhar mais abrangente para este ranking confirma os resultados dos esforços empenhados para fortalecer a relação do CNPEM com o setor produtivo. Dentre as 80 primeiras colocadas, identificamos também 57 empresas que atuam em setores compatíveis com as competências disponíveis no Centro. Destas 57 empresas, 16 são parceiras do CNPEM. São elas: as cinco citadas acima, Braskem, Solvay, Mahle, Grupo Boticário, Cristália, Novartis, Libbs, L´Oreal, EMS, São Martinho e Eurofarma.

Os resultados acima demonstram a relevância do apoio à geração de inovação prestado pelo CNPEM e o papel do Centro no desenvolvimento tecnológico, industrial, farmacêutico e agrícola nacionais.