Cientistas se reúnem no LNLS para divulgar pesquisas

Publicado em 23/01/2009

Portal MCT, em 23/01/2009

Apresentação dos estudos realizados no Laboratório Nacional de Luz Síncrotron (LNLS/MCT) é um dos principais objetivos da Reunião Anual dos Usuários (RAU), que acontece nos dias 9 e 10 de fevereiro e traz a Campinas (SP) cerca de 300 pesquisadores. Estudos em escalas moleculares e atômicas nas mais diversas áreas, como arqueologia, medicina e citricultura serão apresentados na Reunião Anual de Usuários (RAU).

A reunião congrega cientistas das principais instituições de pesquisa da América Latina em um esforço de disseminação dos resultados de seus estudos científicos e de discussão tecnológica para aprimoramento da instrumentação e serviços oferecidos pelo Laboratório.

Em sua 19ª edição, a RAU também abre espaço importante para os debates acerca da construção da segunda Fonte de Luz Síncrotron brasileira, o LNLS-2. O projeto será tema do workshop satélite da reunião, a ser realizado em 10 e 11 de fevereiro, no próprio campus do LNLS.

Entre os destaques da RAU deste ano está a participação de Peter Fischer, do Laboratório Nacional Lawrence Berkeley, nos Estados Unidos. Fischer participa de plenária na manhã do dia 9, na qual fará uma revisão das realizações, potencialidades e aplicações futuras dos raios X moles conjugados à microscopia magnética, promissores no estudo de átomos leves com resolução espacial e temporal.

Na terça-feira (10), é a vez de Stephan Hofmann, da Universidade de Cambridge, no Reino Único, dissertar a respeito de observações in situ de nanoestruturas de catalisadores de silício e de nanotubos de carbono.

Pesquisas apresentadas
Cientistas da Universidade Federal de Alfenas (Ufal) e da Universidade de São Paulo (USP) se dedicam à caracterização de amostras de fármacos como o fluconazol e o mebendazol. O objetivo é compreender o papel do polimorfismo (a habilidade da substância existir em mais de uma organização espacial) na segurança dos remédios.

Por meio da microfluorescência de raios X e microtomografia, grupo de pesquisadores do Rio de Janeiro procura obter informações sobre a morfologia e nível dos minerais dos ossos. Com estes dados, é possível fazer o diagnóstico do osso, auxiliando no processo de entendimento e evolução de doenças como a osteoporose.

Pesquisadores argentinos utilizam a luz síncrotron para determinar a composição química de pigmentos utilizados em pinturas de arte rupestre visando identificar variantes culturais e comportamentais dos grupos étnicos envolvidos.

Equipe da Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto (FMSJRP), de São Paulo, trabalha na identificação de marcadores de rastreamento de grupos de risco, de diagnóstico e de prognóstico de pacientes com câncer de pulmão.

Doença devastadora das plantações de citros, o cancro cítrico, é alvo de pesquisas realizadas no Centro de Biologia Molecular Estrutural (Cebime) do LNLS, que enfocam o papel da proteína efetora PthA no desenvolvimento da doença.

Serviço
19ª Reunião Anual dos Usuários do LNLS
Data: 9 e 10 de fevereiro de 2009
Horário: 8h às 19h (dia 9); 8h30 às 12h30 (dia 10)
Local: Campus do LNLS – Rua Giuseppe Máximo Scolfaro, 10000
Pólo II de Alta Tecnologia de Campinas – Campinas (SP)

Workshop Satélite – 1º Workshop LNLS-2: Desenvolvimento e Casos Científicos
Data: 10 e 11 de fevereiro de 2009
Horário: 14hàs 18h (dia 10); 8h30 às 14h (dia 11)
Local: Campus do LNLS – Rua Giuseppe Máximo Scolfaro, 10000
Pólo II de Alta Tecnologia de Campinas – Campinas (SP)

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someone